A Harley Davidson Pan America é lançada com promessa de mais estradas

Texto: Gui Foster (@duasrodaspelomundo)

A apresentação do modelo mais esperado da Montadora Americana começou com um curta metragem. Com a direção e atuação de Jason Mamoa, provavelmente o mais famoso a declarar abertamente a sua paixão pelo Bar & Shield. Com bastante foco no espirito desbravador, que é uma marca desde o início da Harley Davidson, o filme abre o lançamento de um modelo que vem para quebrar paradigmas da montadora Americana.

Apesar de ser um modelo inovador por toda sua capacidade off-road, no ínicio da apresentação é lembrada toda a história da Harley Davidson em estradas não pavimentadas. Afinal, quando a marca começou a produção de motocicletas, a grande maioria das vias nos EUA não eram asfaltadas. Portanto, as motos eram fabricadas para aguentar e percorrer todo tipo de terreno, incluindo campos de batalhas na guerra mundial. Somente após a segunda guerra mundial que o sistema de rodovias interestaduais foi criado, e junto as motocicletas tourings mais pesadas da marca que conhecemos.

Juntamente com toda a história da marca no quesito explorador, foram sendo apresentados alguns pontos importantes da Pan America, também chamada carinhosamente de Pan Am algumas vezes. Primeiramente, o motor faz parte do quadro estrutural da moto, ajudando a reduzir o peso (253kg em condições de funcionamento na versão Special). Falando em motor, o Revolution Max de 1252 cilindradas e 150 cavalos (fato curiosos, pois normalmente a Harley não divulga a potência de seus modelos) refrigerado a agua promete ser a base para futuros modelos da montadora. Apesar de ser uma nova plataforma, não perdeu o clássico formato v-twin com o qual estamos acostumados.

Outro ponto que chamou bastante atenção foi o sistema de suspenção da moto, com toda sua tecnologia equivalente aos modelos trails mais modernos do mercado. A moto automaticamente abaixa a suspensão até 5 centímetros quando parada, seja estacionada, ou quando o piloto tem que parar em um farol por exemplo. Um item fundamental, principalmente para os mais baixos, mas que pode também ser regulada para os mais altos. Tanto a suspensão traseira como dianteira são ajustáveis eletronicamente e semi ativa (na versão special) ,contando com diversos modos tais como, comfort, balanced, sport, entre outros, para todo estilo de pilotagem e terreno.

O sistema de segurança nas curvas também conta com toda a tecnologia já presente na linha touring, como ABS de curva, controle do torque para evitar derrapagem, entre outros. O painel touchscreen de 6,8 polegadas também parece ser extremamente moderno e com todas as informações necessárias de fácil acesso.

Assim como todas as outras motocicletas produzidas, a Pan America conta com um extenso catálogo de acessórios que vão desde itens de performance Screamin’ Eagle, diversos tipos de malas para agradar todo tipo de aventureiro, pneus para diferentes tipos de terrenos e muito mais. No entanto, ficou claro que todos os acessórios são funcionais, ao contrário dos modelos tradicionais que contam com muitos acessórios decorativos.

Segundo o site oficial da Harley Davidson nos Estados Unidos, o lançamento da Pan America acontecerá em maio de 2021 nos EUA, com previsão de chegada na America latina em julho de 2021. Existem duas versões, a Pan America 1250 (Valor de U$$ 17,319) e a Pan America Special (U$$ 19,999). A versão superior vem com o sistema de suspenção semi ativa mencionado, enquanto a versão base não conta com esta opção. Para efeito de comparação, uma Fat boy nos EUA tem o preço de U$$19,999 e uma Ultra Limited U$$28,699.

Os amantes mais puristas da montadora Americana podem ver este modelo como uma mudança de direção da marca. No entanto, vale lembrar que os modelos clássicos continuam disponíveis e que a intenção é entrar em um novo mercado dominado por outras marcas. Após assistir toda apresentação deste modelo tão esperado, ficou claro que a Harley Davidson quer entrar neste novo mercado e ser muito competitiva, afinal nos EUA o modelo base é mais barato que a BMW R 1250 GS (U$$17,995) assim como o modelo Special tem um menor valor que a BMW R 150 DG Adventure (U$$20,345). Além disso a Pan America conta com toda a tecnologia oferecida nos modelos Big Trails consagrados no mercado. Resta saber se o mercado, tanto internacional quanto brasileiro, irá aderir. O que você acha?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *