Evento do IMRG no Rio de Janeiro é o maior realizado pela Indian Motorcycle na América do Sul

O último passeio do Indian Motorcycle Riders Group em 2016 entra para história da marca como o que mais reuniu participantes.

Provavelmente George M. Hendee e Oscar Hedstrom jamais imaginaram que 115 anos após criarem a Indian Motorcycle, um grupo com 55 motocicletas e 80 participantes cruzaria a parte da cidade do Rio de Janeiro celebrando a amizade e o amor pela marca centenária de motocicletas.
Mesmo sob céu encoberto por nuvens, o evento que fechou o ciclo passeios do IMRG, grupo de proprietários da Indian – lançado no Brasil em Abril de 2016 – foi um sucesso, superando todas as expectativas e ajudando a escrever mais um capítulo na história da Indian Motorcycle.

Foto: Gustavo Epifanio
Foto: Gustavo Epifanio

O principal objetivo do Indian Motorcycle Riders Group é unir os proprietários e fãs em torno do universo da marca, propiciando diversas formas de interação e socialização como os passeios realizados em Belo Horizonte (MG), São Paulo (SP), Florianópolis (SC) e, agora, no Rio de Janeiro (RJ), eventos, viagens e também com um site que contém informações que vão desde dicas de pilotagem e segurança, a reportagens com sugestões de roteiros e notícias sobre a Indian.

O passeio realizado no dia 2 de outubro no Rio de Janeiro, teve como ponto de partida a concessionária Indian Rio, que recebeu os participantes com um caloroso e animado café da manhã. Após o briefing de segurança, as 55 motocicletas partiram rumo ao complexo Paineiras Corcovado – localizado no Parque Nacional da Tijuca –, percorrendo um trajeto de 40 quilômetros que, por conta de sua beleza digna de cartão postal, foi capaz de arrancar elogios até mesmo dos cariocas.

Um deles, o Mirante de Santa Marta, foi o mais elogiado… E também o mais fotografado. Ele está localizado no ponto mais alto do morro, a 362 metros de altitude, de onde se pode avistar o Maracanã, a região do centro da cidade, a Marina da Glória, o Aterro do Flamengo, toda a enseada de Botafogo, o Pão de Açúcar, a Urca, o Morro da Babilônia, a entrada da Baía de Guanabara e até mesmo a ponte que liga o Rio a cidade de Niterói.

No Complexo Paineiras, destino do passeio, além do almoço de confraternização, os participantes também tiveram uma interessante atividade cultural, visitando o museu com a exposição multimídia permanente sobre o Parque Nacional da Tijuca, outras unidades de conservação do Brasil e diferentes biomas.

O retorno à concessionária Indian Rio foi sob chuva, mas nem por isso, menos animado. No final da tarde os participantes foram recebidos com café da tarde e uma banda de rock and roll.

Foto: Gustavo Epifanio
Foto: Gustavo Epifanio

Para Felipe Carlier, Gerente Geral e sócio da Concessionária Indian Rio, “o evento foi uma oportunidade única de reunir os fãs da marca do Rio de Janeiro e de outras cidades do país, estreitando ainda mais o relacionamento com nossos clientes”, e completa: “curtir um passeio nas lendárias Indian e dividir a paixão pela marca com nossos clientes e pessoas com a mesma paixão é um verdadeiro privilégio”.

Já para Rodrigo Lourenço, diretor da Indian Motorcycle “o evento que fecha a temporada de passeios do IMRG no Brasil cumpriu todos os objetivos do programa, que é promover aos proprietários da marca a experiência de curtirem suas motos entre pessoas com uma mesma paixão em comum”.

Para 2017, novos destinos e mais opções de eventos estão previstos, tudo para estreitar ainda mais o elo entre a Indian Motorcycle e seus consumidores e admiradores.

image006
Foto: Gustavo Epifanio

Sobre a Indian Motorcycle

Os modelos da Indian Motorcycle chegam ao mercado já como objeto de desejo de diversos colecionadores e amantes das duas rodas. Isso se explica com a relevante história da marca, fundada em 1901, nos Estados Unidos. Em poucos anos, a companhia criou o primeiro motor americano V-Twin a 42 graus para motocicletas. Com isso, as motos produzidas pela empresa foram responsáveis por diversos recordes de velocidade e distância dos Estados Unidos, tornando-se líder de mercado, com recorde de vendas com 32.000 produtos comercializados em 1913.

O sucesso nas competições engloba até mesmo uma vitória no Tourist Troophy da Ilha de Man em 1912, fazendo da Indian a única marca de motocicletas americana a vencer esta difícil e famosa prova.

Além disso, a Indian Motorcycle foi a responsável por desenvolver soluções inovadoras que vieram a se tornar bastante comuns para o mercado de duas rodas, como a suspensão dianteira ajustável, a partida elétrica, a iluminação elétrica, a suspensão traseira tipo “Swinging-arm”, o acelerador rotativo no punho e a transmissão com duas velocidades.

Em 2011 a Polaris Industries adquiriu todos os direitos sobre a Indian Motorcycle, preservando a herança e a importância histórica para o setor de duas rodas, mas focando no futuro, com produtos modernos e com tecnologia de ponta. Esse retorno torna possível que os amantes de motocicletas possam finalmente realizar o sonho de ter um modelo da marca. Com faturamento de US$ 4,7 bilhões em 2015 a Polaris está presente, além do Brasil, em mais de 130 países.