Primeira etapa do campeonato Brasileiro de Flat Track é marcada por novas categorias e corridas incríveis

Texto: Gui Foster (@duasrodaspelomundo)| Fotos: Gui Foster, Matheus Triaquim (@1742mm), Mo Dantas (@modantas) e Daniel Zielonka (@danizielonka)

Depois de muita expectativa, foi dada a largada para o Campeonato Brasileiro de Flat Track, cuja primeira etapa aconteceu em Sorocaba, no interior de São Paulo, no dia 2 de outubro. Parecia que a chuva iria novamente atrapalhar o início da modalidade. Mas só parecia: pouco antes do início das provas, São Pedro segurou o tempo e todos os pilotos puderam acelerar forte nas curvas para a esquerda. Foi um dia repleto de estreias e emoções do início ao fim! 

Depois de uma manhã de treinos e tomadas de tempo, a competição teve início com a primeira bateria do programa BUILD TRAIN RACE, da Royal Enfield. Logo de cara, as quatro pilotas já mostraram o quão especial seria o dia de corridas! Depois de dez voltas, Bruna Wladyka faturou a bateria inaugural, seguida por Edna Prado, Gisele Favaro e Geane Santana. Não faltou emoção na primeira prova, que foi o início perfeito para o dia incrível que estava por vir! Não me canso de repetir como foi fantástico assistir a essas pilotas dominarem as pistas nas motos que elas mesmos customizaram e nas quais treinaram com dedicação durante a semana anterior. Sem dúvida alguma, um momento que já está na história do Flat Track brasileiro.

Logo em seguida, chegou o momento tão esperado de as Singles 250 fazerem sua estreia. A categoria, que é a porta de entrada para o esporte, contava com uma interessante mistura de pilotos experientes no Flat Track com outros que traziam uma bagagem em outras modalidades. Uma combinação explosiva que resultou numa disputa acirrada em todas as baterias. No final, tivemos Simão Lawant em primeiro lugar, Henrique Zampieri em segundo e Guiga Cardoso em terceiro. Vale uma menção especial para Lissa Miranda, que fez a estreia no Flat Track e já ganhou uma bateria, levando uma vibração imensa a todos que acompanhavam. Certamente a categoria 250 veio para ficar e cada vez mais deve atrair novos adeptos às curvas pra esquerda na terra. 

Logo após, a mulherada do BTR entrou nas pistas para a segunda bateria. Dessa vez, Gisele largou muito bem e ficou na frente por algumas voltas até que foi ultrapassada por Edna e Bruna, que acabaram em primeiro e segundo, respectivamente, seguidas por Gisele e Genane. Ficou claro que o treinamento que todas tiveram durante a semana com o piloto do American Flat Track, Johnny Lewis, deixou as pilotas com a técnica extremamente apurada. 

Na estreante categoria 450, também tivemos uma disputa acirrada do começo ao fim. Marcelo Silvério, que marcou o melhor tempo nas qualificatórias, queimou a largada e teve que largar em último. Juliano Meira fez uma prova impecável e ficou em primeiro lugar, seguido por Marcelo Silvério e Rafael Oregana, que fecharam o pódio. Foi extremamente divertido presenciar essas máquinas acelerando na pista de Flat Track. É uma categoria que promete muito!

Outra cena que ficará para história do Flat Track brasileiro foi a molecada da categoria infantil tomando as pistas. Repleta de disputas que não deixaram nada a desejar para os adultos, é seguro dizer que o futuro do Flat Track no Brasil está em boas mãos! Depois de muita emoção, tivemos Kayque Pessini em primeiro lugar, Helena Oregana em segundo e Abilio Lunelli em terceiro.

A seguir, foi a vez da FT 411 entrar na pista – categoria da Royal Enfield que estreou no OnTrack em 2020 e, dessa vez, contou com uma mistura de pilotos estreantes e mais experientes. Assim como em todas as corridas anteriores, a emoção apareceu do começo ao fim. O customizador e experiente piloto Célio Dobrucki ficou em primeiro, seguido pelos estreantes na categoria André Tedesco e Wudy Almeida.

A categoria das Harleys antigas deu show, como sempre! É incrível ver do que essas raridades são capazes nas pistas. Rafael Oregana acabou em primeiro lugar, seguido por seu companheiro da Prime Racing Alan e Celio Dobrucki fechando o pódio.

Para finalizar a competição, aconteceu a categoria das Sportster, que, desde sua criação, em 2016, proporciona muita emoção aos espectadores. Nessa etapa não poderia ser diferente. Todas as baterias trouxeram disputas acirradas. Depois de muita emoção, principalmente na corrida final, Marcelo Silvério retornou ao lugar mais alto do pódio, seguido por Marcelo Simões, que repetiu a ótima atuação do OnTrack, e por Chrys Miranda, que fez uma ótima participação nessa etapa e voltou ao pódio do Flat Track! Sem dúvida alguma, a decisão do campeonato brasileiro será extremamente disputada.

Infelizmente, a chuva apertou, impossibilitando a terceira bateria do BTR. Mas fique ligado que em novembro elas estarão de volta no OnTrack.

A próxima etapa do Campeonato Brasileiro acontecerá nos dias 13 e 14 de novembro, novamente em Sorocaba, e será transmitida ao vivo. Alguém tem dúvidas de que podemos esperar ainda mais emoção nessa última prova que irá definir os campeões brasileiros de 2021?

Foto: Matheus Triaquim (@1742mm)

Para mais informações, fique ligado no Instagram oficial: @flattrackbr

Resumo Geral:

Categoria Infantil:

1º lugar: Kayque – @kayquempessini
2º lugar: Helena – @oreganah_
3º lugar: Abilio – @abilio_lunelli_neto

Categoria 250 nacional:

1º lugar: Simão – @simaolawant
2º lugar: Henrique – @henriquezampieri14
3º lugar: Guiga – @guiga.cardoso

Categoria 450:

1º lugar: Juliano – @meira_juliano
2º lugar: Marcelo – @marcelosilverio_7
3º lugar: Rafael – @rafaeloregana_82

Categoria Antigas:

1º lugar: Rafael – @rafaeloregana_82
2º lugar: Alan – @alanhd 
3º lugar: Celio – @celiodobrucki

Categoria FT 411:

1º lugar: Celio – @celiodobrucki
2º lugar: André Tedesco
3º lugar: Wudy – @wudyalmeida

Categoria Sportster:

1º lugar: Marcelo – @marcelosilverio_7
2º lugar: Simões – @simoesfmx
3º lugar: Chrys – @garagemetallica

Build Train Race:

1º lugar: Edna – @edna.pradomarianaoliveira
2º lugar: Bruna – @brunawladyka
3º lugar: Gisele – @giselefavaroadv
4º lugar: Geane – @geane_kustom

2 thoughts on “Primeira etapa do campeonato Brasileiro de Flat Track é marcada por novas categorias e corridas incríveis

  • outubro 28, 2021 em 16:22
    Permalink

    não vai liberar pro publico?

    Resposta
    • novembro 3, 2021 em 23:38
      Permalink

      Ainda não está definido, mas fica ligado no instagram da liga que se conseguir liberação, vão avisar por lá.

      Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *