Veja essa Dyna Low Rider Club Style com upgrade monstro de motor

Feita pelo Paulinho Henn de Campinas, essa Dyna é uma das mais fortes do Brasil, ocupando a primeira posição do clube 100HP da Garage Henn, veja a baixo um pouco do processo de montagem e customização dessa bike insana !!

Começamos o projeto desmontando toda a moto para pintura e preparação das peças.

Recebemos essa Low Rider do nosso cliente para fazer a customização Club Style , como ele tinha em sua antiga StreetBob.

Alem da customização e pintura de todas as peças em preto, nosso cliente também almejava um upgrade de motor acima do que já tinha.

Como sua antiga moto estava com um kit 103 com comando, feito por nós, que já ultrapassava os 100 HP na roda, recomendamos o ultimo kit 103 Wild Things que estava disponível no mercado. Este kit oferece resultados excelentes, muito acima do normal e mantém uma excelente dirigibilidade em ruas.

Como este upgrade de motor foge do comum (estamos falando de um Stage 4 para mais de 120 HP na roda), é necessário uma estruturação no motor para suportar o upgrade sem trazer problemas.

Primeiro, alinhamos e fizemos o travamento do virabrequim, conversão para o kit de rolamentos cônicos Timkem do lado esquerdo do bloco, e rolamentos Torrington de competição para os comandos.

Após fecharmos o bloco do motor, demos inicio na montagem dos pistões Wild Things Forged Domed Pistons for High Compression Heads. Eles possuem um formato especial e de saia, ocasionando menos break-in para um funcionamento mais silencioso. Decks ligeiramente levantados para um squish apertado. Isto foi extremamente importante pois resultou em uma melhor eficiência de combustão e de energia.

Utilizamos comandos especialmente projetados com 630 de lift para permitir o uso do motor de partida original e ajudar a eliminar a detonação ( ping ) até 10,5 : 1 de compressão.

Após, montamos o belo Cabeçote – WILD THINGS HIGH COMPRESSION DISH DOMED HEADS

Um dos melhores cabeçotes já fabricados para Harley Davidson e, tecnologicamente, os mais avançados do mercado.

Desenhados por Mike Roland, eles equilibram cuidadosamente a produção de cavalos de potência e torque com as qualidades importantes de um bom motor de rua, porém, rodando com um motor muito mais frio que o original, pois, suas aletas são curiosamente 30% maiores do que as originais, fazendo aumentar a dissipação de calor do motor. Além do mais, elimina qualquer “detonação” e, deixa a moto tão dócil como uma com Stage 1.

Infelizmente, o alto custo dos materiais para a fabricação destes cabeçotes fez encerrar a produção dessas maravilhas em alumínio forjado.

Ao lado, atendendo ao pedido do dono, a comparação entre os cabeçotes originais com os cabeçotes já pintados com Wrincle Black:

Para acompanhar o kit foram utilizados bicos de injeção Screamin Eagle, com mais vazão, e o corpo de injeção Wild Things Throttle Body, com 57 milímetros em peça única, sem emendas, com novo desenho na divisão de bicos de combustível de alto volume.

Peças da pintura eletrostática prontas e motor fechado, vamos começar a montar a moto e dar os ajustes finais, como regulagem de varetas de válvulas.

Instalamos o escape Two Brothers Racing e o filtro de ar Inverted Arlen Ness para completar o kit de performance, e começamos a instalar os acabamentos, como as coifas de suspensão, guidão, carenagem frontal, sissybar, etc.

Em seguida, mais alguns detalhes como o timer cover personalizado com Engraving, pintura do kit com as novas tendências das motos da HD.

Moto montada, vamos para o dinamômetro, finalizando os últimos ajustes.

O resultado deste kit 103 monstro com quase 125 HP na roda, fez essa moto entrar na liderança do ranking do 100 HP Club da Garage Henn.

Esperamos que tenham gostado do trabalho!!

Texto e fotos: Paulinho Henn
https://www.garagehenn.com.br/

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *