Triumph completa 4 anos de Brasil e promete novas motos para 2017

A fabricante inglesa já tem mais de 10% do mercado de motos acima de 500cc no país.

O ano de 2016 no Brasil não foi nada fácil para ninguém. O segmento de motocicletas chamadas “premium” deverá cair 21 por cento, a Triumph “comemora” uma queda de apenas 4,5 por cento em suas vendas, o que deixa a marca com uma importante participação de mercado no setor, em torno de 10,75 por cento. A expectativa da empresa é fechar 2016 com volume ao redor de 3.800 motos vendidas.

Para 2017, o presidente geral da Triumph Brasil, Waldyr Ferreira, prevê que o segmento premium deverá se manter no mesmo patamar deste ano, vendendo em torno de 35 mil a 36 mil motos. Deste montante, a empresa espera emplacar 4 mil unidades, o que representaria um volume 5 por cento maior que o de 2016.

Entre os lançamentos, a marca já confirmou três para o próximo ano, todas da família de clássicas Bonneville: Street Cup (abril), Bobber (maio) e Scrambler (junho).